Batidas na Janela - CreepyPasta


Batidas na Janela

Deitado em minha cama, sem descanso e sozinho, em uma silenciosa e escura noite. Me reviro na cama tentando achar uma posição confortável mas me sinto inquieto. Alguma coisa essa noite não parece certa. Continuo me revirando até finalmente encontrar uma posição confortável. Eu fecho meus olhos, mas isso não faz diferença, está escuro demais no meu quarto pra ver alguma coisa de qualquer forma. Acho que demora um tempo pros meus olhos se ajustarem a escuridão. Estou deitado, imóvel, é uma noite quieta e umida. Meu corpo está relaxado, minha mente em branco e estou pronto para o descanço que estou tão necessitado. Num instante o silencio é destruído e minha mente se enche de medo enquanto meus olhos se abrem assustados.

(Bate, bate.)
Tenho quase certeza que é um som de batidas no vidro. Mas não poderia ser, qual seria a motivação de alguém em acordar uma pessoa sózinha em casa? Pense. Se alguém quizesse arrombar e invadir a casa, porque bateria antes pra me avisar? Simplesmente arrombariam a porta, fazendo bastante barulho ou tentariam ser o mais silenciosos possivel. Porque bateriam? Monstros não existem. Eu poderia me dar um pouco de paz olhando pra fora da janela, mas estou com medo de me virar e encontrar meus piores medos parados do lado de fora da janela. Oque poderia ser? Talvez algum passaro bateu na minha janela. Não, não, isso é muito improvavel. Talvez um grupo de crianças correndo pela noite batendo em janelas pra se divertir? É uma possibilidade. Pensando bem, talvez tenha sido minha imaginação. Talvez eu tenha escutado um daqueles barulhos de sempre que a casa faz e minha mente paranóica me fez pensar que fossem batidas.

(Bate, bate.)

Não, isso definitivamente não foi minha imaginação. Essas crianças são insistentes. Eles não querem desistir até que consigam alguma reação. Talvez algum maluco esteja parado lá fora, esperando que eu olhe pra me atacar. Não, nao pense nisso. Não seja paranóico. De qualquer forma, ele está do lado de fora, eu estou dentro, até q eu escute o vidro quebrando, eu sei que estou seguro. Monstros não existem. E eu ainda não me mexi, com sorte esses garotos vão pensar que eu tenho sono  pesado e vão me deixar em paz.

(Bate, bate.)

Não, não podem ser crianças. Nenhuma criança esperaria esse tempo todo pra ver uma reação de um cara sózinho, eles ficariam entediados e mudariam de lugar. Mas, oque poderia ser? Porque um serial killer me escolheria, entre todas as pessoas? Pense logicamente. Monstros não existem. Não fique paranóico. Eles estão do lao de fora, eu estou dentro, até q eu escute o vidro se quebrando, eu sei que estou seguro. Mas e se não for um monstro ou algum tipo de assassino, oque poderia ser? Apenas finja que está dormindo e talvez eles vão embora.

(Bate, bate.)

Ah meu deus, não consigo pensar em um barulho que eu odeie mais do que essas batidas persistentes. Por favor vá embora! Só me deixe sozinho! Não tem mais jeito. Vai entrar aqui e fazer coisas horríveis e doentias comigo. Respire fundo. Eu consigo sentir meu coração batendo dentro do peito. Relaxe. Monstros não existem. Lembre-se, eles estão do lado de fora, eu estou do lado de dentro, até que o vidro se quebre eu estarei seguro. Repita isso. Não deixe que seu medo tome conta de você. Só finja estar dormindo. Não mova um músculo.

(Bate, bate.)

Eles estão do lado de fora, eu estou do lado de dentro, até que o vidro se quebre eu estarei seguro. Finja estar dormindo e reze para q vá embora.

(Bate, bate.)

Eles estão do lado de fora, eu estou do lado de dentro, até que o vidro se quebre eu estarei seguro. Estão escorrendo lágrimas de medo pelo meu rosto. Monstros não existem. Monstros NÃO EXISTEM. Eu começo a sussurrar pra mim mesmo: " Eles estão do lado de fora, eu estou do lado de dentro, até que o vidro se quebre eu estarei seguro. Eles estão do lado de fora, eu estou do lado de dentro, até que o vidro se quebre eu estarei seguro."

(Bate, bate.)

EU NÃO AGUENTO MAIS! Eu vou ficar maluco escutando essas batidas. Pelo menos se eu ver oque é, vou ter um pouco de paz. Respire fundo. Eu repito pra mim mesmo mais uma vez: "Eles estão do lado de fora, eu estou do lado de dentro, até que o vidro se quebre eu estarei seguro." Respiro mais um pouco, meu coração bate mais forte do que jamais bateu. Eu viro minha cabeça em direção a janela, bem devagar. Meu coração afunda no peito e eu estou com medo demais pra gritar ou me mover. Eu me virei e vi uma figura pálida, com olhos pretos, olhando através de mim direto na minha alma, com um sorriso horrível e sádico se arrastando em seu rosto e então, eu tive paz...

Postagens mais visitadas deste blog

[Download] 1ª à 6ª Temporada [FUTURAMA] - Dublado

Notas na Flauta (Notas Para Flauta)